ANPEC 2008 - Q11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANPEC 2008 - Q11

Mensagem por temujin em Sex Jun 28, 2013 5:46 pm

A respeito de externalidades, julgue:

(0) Se as preferências dos agentes forem quase-lineares, o teorema de Coase afirma que toda solução eficiente deve ter a mesma quantidade de externalidade, independente dos direitos de propriedade.

V. Se as preferências forem quase lineares a curva de contrato será uma linha reta horizontal (ou vertical, depende qual o bem linear). Assim, a quantidade de externalidade será a mesma, seja lá quem tenha os direitos de propriedade.

(1) O resultado do teorema de Coase não é influenciado pela existência de custos de transação.

F. Essa é uma das premissas do teorema, de que não existam custos de transação.

(2) Os recursos de propriedade comum são utilizados até o ponto em que o custo privado é igual ao retorno adicional gerado, o que implica sobre-utilização do recurso.

V. Os agentes ignoram o custo social.

(3) Se ao produzir uma firma gera externalidade negativa na forma de poluição, para cobrar desta firma um imposto de Pigou (que a faça considerar o custo social de produção, não apenas o custo privado), deve-se conhecer a externalidade marginal do nível de produto socialmente eficiente.

V. O custo social é dado pelo custo privado + externalidade. Logo, CMgS = CMgP+CMgE

(4) Se houver um mercado para poluição, se os direitos de propriedade forem bem definidos e se as pessoas estiverem dispostas a pagar pela redução da poluição, o preço da poluição será positivo.

F. O preço da redução será positivo, logo o preço da poluição será negativo.
avatar
temujin

Mensagens : 397
Data de inscrição : 10/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum