ANPEC 2008 - Q12

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANPEC 2008 - Q12

Mensagem por temujin em Sex Jun 28, 2013 6:06 pm

Com relação à teoria dos bens públicos, julgue:

(0) Se um bem público puder ser provido em quantidade continuamente variável, então, para que sua provisão seja eficiente, é necessário que a média dos benefícios marginais de todos os usuários se iguale ao custo marginal de produção do bem.

F. É a soma das utilidades marginais de todos os indivíduos que deve se igualar ao custo marginal.

(1) A presença de caronas dificulta a oferta eficiente dos bens públicos pelo mercado.

V. Um indivíduo pode mentir sobre sua disposição a pagar (preço de reserva), declarando um valor menor do que o real, esperando que os outros declarem um valor maior. Se cada um adotar esta estratégia, o bem pode não ser adquirido.

(2) No que tange à provisão de um bem público, o imposto de Groves-Clark garante que, para as partes envolvidas, a revelação do valor líquido verdadeiro do bem público seja uma estratégia fracamente dominante.

V. Ele retira o incentivo à mentir sobre o preço de reserva, pois o indivíduo pode acabar virando um pivô e ter que pagar o imposto.

(3) O imposto de Groves-Clark só funciona para utilidades quase-lineares.

V. O imposto de Groves-Clark tira renda do agente, o que afeta sua decisão de consumo. Com preferências quase-lineares não existe efeito renda sobre o nível ótimo de bem público.

(4) Se as preferências individuais tiverem pico único, então a preferência coletiva poderá apresentar a intransitividade característica do paradoxo do voto.

scratch 
avatar
temujin

Mensagens : 397
Data de inscrição : 10/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum