ANPEC 2009 - Q1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANPEC 2009 - Q1

Mensagem por temujin em Qua Mar 27, 2013 10:00 am

Considere uma função de utilidade Cobb-Douglas .

(0) A demanda hicksiana pelo bem 1 tem a forma .

F. Uma utilidade Cobb-Douglas não pode gerar uma demanda hicksiana na forma CES.



Pelo Lema de Shephard, a demanda hicksiana é dada pela derivada da função dispêndio em relação a p1:



(1) A sensibilidade da demanda hicksiana pelo bem 1 em relação ao preço do bem 2 é igual à sensibilidade da demanda hicksiana em relação ao preço do bem 1.

V. A hicksiana é sempre simétrica. Como a demanda hicksiana é a derivada da função dispêndio (que é duas vezes continuamente diferenciável) vale o Teorema de Young (fxy=fyx):



(2) A demanda marshalliana pelo bem 1 tem a forma em que A é uma função de e W é a renda do consumidor.

F. Uma utilidade Cobb-Douglas sempre tem a demanda marshalliana na forma:




(3) O efeito-renda para esta função é dado por .

V. O efeito renda é dado pela derivada da demanda marshalliana em relação à renda multiplicada pela qtde. demandada:




(4) Para esta função utilidade, o efeito renda é igual ao efeito substituição.

F. O efeito substituição é dado pela derivada da demanda hicksiana em relação ao preço do bem. Aplicando a equação de Slutsky temos:

avatar
temujin

Mensagens : 397
Data de inscrição : 10/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum