ANPEC 2000 - Q2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANPEC 2000 - Q2

Mensagem por temujin em Qui Mar 28, 2013 5:49 pm

Em relação às funções de utilidade dos consumidores é correto afirmar que:

(0) Para um consumidor com uma função de utilidade do tipo U(X,Y)=X 0,4Y 0,6, os bens X e Y são substitutos perfeitos.

F. É uma utilidade Cobb-Douglas.

(1) Uma transformação monotônica de uma função de utilidade do tipo U(X,Y) = (X + Y)1/2 não muda a taxa marginal de substituição.

V. A função é homotética, portanto a TMS é sempre a mesma para diferentes níveis.

(2) Para um consumidor com uma função de utilidade do tipo U(X1, X2) = X11/2 + X2, um aumento na renda altera absolutamente as quantidades demandadas de X1 e de X2 .

F. Numa utilidade quase-linear, apenas o bem linear (X2) tem a demanda afetada pela renda.

(3) Caso a função utilidade do consumidor seja homotética, a taxa marginal de substituição depende apenas das quantidades relativas dos bens consumidos e não das quantidades absolutas.

V. É a definição. As curvas de nível de uma função homotética são projeções radiais umas das outras. Elas têm a mesma curvatura para qualquer nível. Portanto, a TMS será sempre a mesma, dada uma razão entre as quantidades.


(4) Um consumidor com uma função de utilidade do tipo U(X1, X2) = min{2/3 X1, X2}, tem uma elasticidade de substituição igual a 1 em todo seu domínio.

F. Esta é uma utilidade de complementares perfeitos. Não existe substituição. A elasticidade é zero.
avatar
temujin

Mensagens : 397
Data de inscrição : 10/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum