ANPEC 2000 - Q11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANPEC 2000 - Q11

Mensagem por temujin em Seg Jul 01, 2013 1:02 pm

Com relação aos conceitos de bem público e externalidades, é correto afirmar que:

(0) As dificuldades práticas para a solução do problema das externalidades, decorrem de imperfeições na definição dos direitos de propriedade.

V. Se os direitos de propriedade estiverem bem definidos e não houver custos de transação, as partes podem realizar trocas que levam a um equilíbrio Pareto-eficiente.

(1) Caso as preferências dos consumidores sejam quase-lineares, as consequências distributivas da especificação dos direitos de propriedade são eliminadas.

F. Se as preferências forem quase-lineares, o resultado das trocas será um equilíbrio Pareto-eficiente, independentemente de como os direitos estão especificados. Mas, isto não tem nada a ver com consequências distributivas.

(2) A instalação de uma fábrica de automóveis numa cidade do interior causou um aumento geral nos preços dos imóveis, devido ao influxo de operários. Pode-se então dizer que a instalação da fábrica representou uma externalidade para os moradores da cidade.

F. O que houve foi um deslocamento da curva de demanda. Os efeitos de externalidades não são transmitidos via preço.

(3) Na presença de externalidades positivas no consumo, o Primeiro Teorema da Economia do Bem-Estar Social pode ser inválido.

V. Se não houver como internaliza-las ou elimina-las, o equilíbrio no mercado será ineficiente.

(4) O estudo elementar, garantido pela Constituição Federal, é um bem público.

F. Um bem público é não rival e não excludente. No caso do estudo, pode-se excluir alguém do consumo, por exemplo, mantendo o indivíduo fora da sala de aula.
avatar
temujin

Mensagens : 397
Data de inscrição : 10/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum